Quando o Japão fica mais perto do Brasil

Em entrevista exclusiva ao Top Team, Alexandre Fernandes, Business Support Director da Takeda no Brasil, revela as estratégias da empresa e anuncia que a companhia fará 15 lançamentos até 2015.

Notícias
Agenda de Eventos
Datas Relevantes
Turbine seu tablet
Performance

Notícias



Novartis e Bayer interessadas na divisão de saúde animal da Pfizer
A Novartis e a Bayer estão de olho na unidade de saúde animal da Pfizer, apontou a agência "Bloomberg". A Bayer está avaliando uma proposta para apresentar e em conversações para aumentar o financiamento com os bancos. Já a Novartis apresentou recentemente uma proposta para comprar o negócio de saúde animal, que poderá valer entre 15 e 20 bilhões de dólares, indicou o "Wall Street Journal", citando pessoas próximas a este assunto. Apesar do manifesto interesse de aquisição, a Pfizer ainda está inclinada numa spinoff da divisão em causa, tendo em conta os impostos e as questões concorrenciais que seriam levantadas devido uma venda imediata.



Shire vai comprar FerroKin BioSciences por mais de 300 milhões de dólares
A Shire anunciou um acordo para a aquisição da FerroKin BioSciences, num negócio que potencialmente poderá valer mais de 325 milhões de dólares, ao obter os direitos do quelante de ferro FBS0701, que se encontra em fase intermédia de ensaios clínicos. Segundo os termos do acordo, a Shire vai proceder a um pagamento adiantado na ordem dos 100 milhões de dólares pela FerroKin e poderá ainda pagar mais de 225 milhões de dólares que estão relacionados com objetivos de desenvolvimento, regulatórios e de vendas.



Dash Board aumenta efetividade em Campo
A pharmexx Brasil implantou o programa semanal "Direto ao Ponto". Toda 2a feira pela manha o corpo Gerencial da pharmexx recebe Dash Boards interativos com os quais conseguem de maneira intuitiva e rápida interferir em campo ampliando a efetividade das equipes de propagandistas e promotores. A empresa espera aumentar em 11% a performance nos principais indicadores do vários projetos em operação.



Pfizer e Biocon cancelam acordo de comercialização
A Pfizer e a Biocon decidiram cancelar um acordo de comercialização que tinham estabelecido para vender uma insulina da empresa indiana e versões genéricas de outros produtos deste tipo. Segundo a "Associated Press", as empresas indicaram que as prioridades individuais dos seus negócios na área dos biosimilares as fizeram decidir por avançar de forma independente. A Pfizer tinha anunciado em 2010 que ia fazer um pagamento inicial de 200 milhões de dólares à Biocon para obter os direitos de comercialização de vários produtos de insulina destinados ao tratamento da diabetes, tendo por essa altura acordado em pagar mais 150 milhões de dólares relacionados com o cumprimento de objetivos.



AstraZeneca renova parceria com Tecnifar
A AstraZeneca Portugal, empresa biofarmacêutica global orientada para a inovação e investigação, acaba de renovar o seu acordo de parceria com uma das principais empresas farmacêuticas nacionais, a Tecnifar. A sua ligação a este importante parceiro, que conta com mais de 10 anos de existência, é agora renovada por mais três anos. Presente em mais de 100 países, a AstraZeneca concentra as suas competências na investigação, desenvolvimento e disponibilização de medicamentos que tratam algumas das doenças mais graves a nível mundial. Em Portugal, a companhia opera em seis principais áreas terapêuticas: gastrointestinal, cardiovascular, sistema nervoso central, respiratória, oncologia e infecciologia.



Sanofi vai adquirir Pluromed
A Sanofi concordou em comprar a empresa norte-americana de dispositivos médicos Pluromed, com a finalidade de expandir a sua presença na área da biocirurgia. A empresa revelou que planeia comercializar o LeGoo, um gel que controla temporariamente as hemorragias durante as cirurgias. Não foram divulgados os detalhes financeiros desta transação, indicou a "Reuters".



Abbott: Negócio farmacêutico vai chamar-se AbbVie
Quando a Abbott se dividir em duas companhias no final deste ano, o negócio de produtos farmacêuticos vai designar-se ABBVie, divulgou a empresa. A Abbvie será gerida por Richard Gonzalez, o atual responsável pela divisão global de produtos farmacêuticos, e poderá obter receitas anuais na ordem dos 18 bilhões de dólares, sendo que cerca de metade poderão ser atribuídos ao medicamento para a artrite reumatóide Humira, apontou a "Reuters". A Abbott disse que espera que a divisão ocorra no final deste ano. A empresa anunciou esta intenção em outubro de 2011. O CEO Miles White vai continuar a liderar a Abbott, que englobará os negócios de dispositivos médicos e nutrição. De acordo com a Abbott, o logotipo da Abbvie será divulgado na altura em que a empresa for lançada.



Valeant vai comprar empresa russa de medicamentos OTC
A Valeant Pharmaceuticals International anunciou que vai adquirir a Natur Produkt International JSC por 180 milhões de dólares com a finalidade de continuar a expandir os seus negócios na Rússia. A companhia adiantou que poderá ainda pagar mais 5 milhões de dólares que estão dependentes da concretização de diversos objetivos, apontou o "Pharmalive". A Natur Produkt International JSC produz medicamentos OTC para a tosse, constipações e dores de garganta. A empresa russa obteve um lucro de 65 milhões de dólares em 2011 e estima-se que as suas vendas registrem um aumento de 10% em 2012. A aquisição poderá estar concluída no meio deste ano.



Eli Lilly e Amylin recebem aprovação para nova utilização do Byetta
As autoridades europeias aprovaram o uso expandido do tratamento para a diabetes Byetta, desenvolvido pela Amylin Pharmaceuticals e Eli Lilly. De acordo com a "Associated Press", as empresas revelaram que receberam a aprovação para o medicamento ser usado com ou sem tratamentos comuns, como a metformina e Actos para o tratamento da diabetes tipo 2 em adultos que não conseguem controlar os seus níveis de glicose no sangue apenas com insulina. Um painel consultivo da Agência Europeia do Medicamento recomendou a aprovação do fármaco para a nova utilização no mês passado. A Food & Drug Administration já tinha aprovado o uso expandido no Outono de 2011.

Fontes: pharmexx Brasil / Netfarma / RCM Pharma / Casa do Bom Conteúdo


Leia também...
Dicas culturais.

Imprimir Enviar esta página home
versão em inglês edições anteriores expediente fale conosco